Saúde Pública e Privada
 Introdução
 Tarefa
 Processo
 Avaliação
 Conclusão
 Créditos
 

 

O Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores sistemas públicos de saúde do mundo. Ele abrange desde o simples atendimentos ambulatorial até o transplante de órgãos, garantindo acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país. Amparado por um conceito ampliado de saúde, o SUS foi criado, em 1988 pela Constituição Federal Brasileira, para ser o sistema de saúde dos mais de 180 milhões de brasileiros.

Temos como contraponto a este projeto a mercantilização da saúde, que parece querer ignorar o que está escrito na Constituição que garante a todos os brasileiros este direito social.

De acordo com a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a penetração dos Planos de Saúde no Brasil cresceu aproximadamente 50% desde o ano de 2001, alcançando mais de 50,6 milhões de indivíduos em setembro de 2014. No entanto, em 30 de Setembro de 2014, apenas 24,7% da população brasileira possuía Planos de Saúde.

  • Do que os brasileiros mais se queixam quando o assunto é saúde?   
  • Qual sistema de saúde é mais eficiente, o público ou o privado?
  • Os sistemas de saúde privados conseguem sobreviver sem o financiamento do estado?
  • A quem poderia interessar um sistema de saúde público ineficiente?
  • O SUS é realmente a melhor forma de gerir a saúde no Brasil?
  • Qual a diferença entre Saúde Suplementar e Saúde Complementar?

A "equipe das conferências" elaborou um vídeo para convidar você para participar deste desafio. Assista clicando aqui. ATENÇÃO: A data da conferência foi alterada para o dia 21/05.

Que tal começar assistindo a este vídeo do Gabriel Pensador?


 


© 2010 Todos direitos reservados.