VENCENDO A DENGUE
Introdução Tarefa Processo Avaliação Conclusão Créditos


Warning: getimagesize(pastas/13367/SEM IMAGEM) [function.getimagesize]: failed to open stream: No such file or directory in /home/webquestfacil/www/introducao.php on line 20
             Ao longo do tempo, o conceito de alfabetização mudou-se para responder as necessidades da sociedade: da visão inicial ensinar a ler e escrever até as concepções “arrogantes” como a construção dos conhecimentos pela própria criança.

            Alfabetizar é proporcionar condições para que a criança tenha acesso ao mundo da escrita, tornando-se capaz não só de ler e escrever mas também tendo de fazer uso real e adequado da escrita em nossa sociedade.

          Na alfabetização a aprendizagem da língua escrita envolve muito, mais do que mero domínio de códigos alfabéticos, podendo mesmo uma criança tornar-se letrada antes de aprender a ler e escrever. Portanto o conhecimento não nasce com o individuo, e nem é dado pelo meio físico e social, mas é construído na interação entre o sujeito e o ambiente.

          O ensino da leitura e escrita se baseia na cópia de frases, palavras ou letras que nem sempre faz sentindo para a criança. O conhecimento só tem sentido se a aprendizagem basear-se em ações ou objetos que tenham sentido para ele, que possam levar seu aluno a se interessar pelo estudo e ao mesmo tempo pela descoberta. O objetivo do professor é levar a mensagem ao aluno para criar situações , problemas.

          É comum vermos nos objetivos expostos nos planos de aula muitos professorem relatam o prazer da leitura da criança. Segundo Emilia Ferreiro

 "O prazer da leitura leva a privilegiar um único tipo de texto: a narrativa ou a literatura de ficção, esquecendo que uma das funções principais da leitura ao longo de toda a escolaridade é a obtenção de informação a partir de textos escritos (FERREIRO, 2007, p.18)"

A criança sentem prazer em ler outros tipos de textos, para elas as matérias não são prazerosas como textos narrativos, de ficção, poemas entre outros.

O ensino da leitura e escrita se baseia na cópia de frases, palavras ou letras que nem sempre faz sentido para a criança. O conhecimento só tem sentido se a aprendizagem basear-se em ações ou objetivo que tenham sentidos para ele. O objetivo do professor é levar a mensagem ao aluno para criar situações problemas e que possam transmitir o interesse pelo estudo e ao mesmo tempo pela descoberta.

O alfabeto é um código para o registro das palavras, ou seja, para representar a fala. Vygostsky (1988, p. 119-120)

Para escrever qualquer palavra que se fala, pensa ou imagina, recorre-se sempre ao alfabeto, buscando fazer combinações com as letras. Assim, para compreender a leitura e a escrita, precisa-se conceber o instrumento básico com o qual faz se o registro da fala e do pensamento, que é o alfabeto. Precisa-se conhecer as letras que compõem o alfabeto, quais e como são, de que forma são traçadas, que som representam e como podemos manipulá-las nas mais diversas combinações.

Para alfabetizar é necessário apresentar todas as letras do alfabeto aos alunos desde o inicio do ano letivo, as quais devem ficar exposta a vista do aluno. O professor deve propiciar um trabalho em que os alunos tenham acesso de se apropriarem através de leituras diárias, relaciona-las com a escritas do nome e de outras pessoas que fazem parte do contextos

As brincadeiras têm uma função significativa no processo do desenvolvimento infantil e serve como um instrumentos para conhecer o mundo físico e seus fenômenos.

Não basta proporcionar a criança contato com o material escrito para que eles desenvolva naturalmente, através de uma sequencia de hipótese adiquirindo assim o conhecimento da escrita, pois estaremos negando a responsabilidades do professor na inferência efetiva da alfabetização

 


© 2010 Todos direitos reservados.